Treinamento de VTS

Sistema VTS em açãoO caráter internacional da navegação mercante cria a necessidade de se estabelecer padrões profissionais para o VTS que sejam condizentes com a prática universal.

A seleção e treinamento de pessoal qualificado é um requisito básico para o correto funcionamento do serviço, uma vez que as capacitações requeridas para o pessoal do Serviço Operacional (Supervisores e Operadores de VTS –VTSO) não são triviais e o seu desempenho operacional terá reflexo direto na confiança do usuário no VTS como um todo.

Equipe de VTS

Todo o pessoal no Serviço Operacional, em um determinado turno, conforma uma Equipe Operacional. As Equipes Operacionais são compostas por postos de serviço denominados Posições Operacionais, que podem ser de dois tipos: Supervisor e Operador de VTS (VTSO).

Enquanto a função de VTSO é básica e comum a todo e qualquer VTS, a necessidade de um Supervisor varia com a situação e com a demanda do serviço de tráfego. Além das responsabilidades do Controlador do VTS, os membros das Equipes Operacionais, os Instrutores de On-the-Job-Training (OJT) e, eventualmente, os Agentes Administrativos de VTS possuem responsabilidades específicas, em conformidade com suas funções.

Estrutura dos Cursos

Certificado em VTS

Todo pessoal envolvido no VTS necessita obter uma qualificação especial para exercer as funções de Operador ou Supervisor. Os cursos são ministrados pela SHELTER e credenciados pela Autoridade Marítima Brasileira, para emissão do certificado.

Ao final dos cursos o aluno receberá um certificado de conclusão e uma caderneta registro e estará apto para a fase seguinte de OJT. Concluído o OJT com aproveitamento é expedida uma cédula de habilitação, com um número individualizado que o licencia para o Serviço Operacional, como Supervisores ou Operador.

A conclusão de cursos de revalidação será averbada no verso do certificado inicial e lançada na caderneta registro. Para cada um desses cursos será emitida uma nova cédula de habilitação e uma nova licença.

Portarias

Em 2013 a SHELTER foi homologada pela Autoridade Marítima do Brasil e pela IALA para ministrar treinamento de operadores de VTS.

Certificado VTS NORMAM 26 (Português) Certificado VTS NORMAM 26 (Inglês)
Certificado VTS NORMAM 26 (Português) NORMAM 26 VTS Certificate (English)

A SHELTER é membro da IALA e consta no registro de membros da IALA.

Cursos de VTS

Formar pessoal dentro dos padrões internacionais necessários ao VTS é uma tarefa que requer conhecimento específico relacionado com a atividade marítima, cuja complexidade é diretamente proporcional à sofisticação dos equipamentos e sistemas a serem empregados. De forma a contribuir para a organização dos cursos e processos voltados para a formação de pessoal do VTS, a IALA provê cursos modelo para orientar a instrução e o treinamento de Supervisores e Operador.

Os cursos foram elaborados com base na Convenção Internacional sobre Padrões de Treinamento, Certificação e Serviço de Quarto de Marítimos (Convenção STCW, de Standards of Training, Certification and Watchkeeping), de 1978, revista em 1995, e no Código para Treinamento, Certificação e Serviço de Quarto de Marítimos (Código STCW), a partir dos quais a IALA adotou sua Recomendação V-103 sobre Padrões de Treinamento e Certificação de Pessoal VTS.

Os cursos são os seguintes: